sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

últimas palavras.

'As palavras que escrevemos, serão aquelas que nos lembrarão quando partirmos.'

Esta frase deixa-me um tanto quanto pensativa, escrever é apenas mais uma maneira de desanuviar, descontrair, libertar a raiva para o papel. A única certeza que tenho é que ele não me abandonará, nunca. Está morto, mas eu dou-lhe vida, letras, palavras, frases, que dão um texto, torna-se um texto marcante, um texto emocionante, com um sentimento forte, com uma história para contar. Algo que me deixa contente, contente por conseguir usar um 'talento' que tenho.

Até a memória falhar, até a inspiração desaparecer, vou continuar a escrever.

3 comentários:

  1. Força, escrever também foi a maneira mais fácil que encontrei para libertar toda a raiva, toda a tristeza.
    O papel é um dos meus melhores amigos...
    <3

    ResponderEliminar
  2. Persévérance!Il faut de la persévérance!Musica de Laam...que ouvia vezes sem contam quando tinha pouco menos idade do que tens agora! Toda a letra consistia em nunca desistir, persistência!Jamais baixar os braços!
    Luta, continua, eu sei k atingiras todos os teus objectivos!
    Estou ctg sempre ALMA GÉMEA! beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Ahhhhh!
    Gosto tanto deste texto *.*
    Ta bue girooooo!
    :DD
    Escreves tao bem ^^
    <3

    ResponderEliminar