quarta-feira, 16 de junho de 2010

arriscar

Tenho saudades tuas.
O orgulho em mim é tão pouco que consigo contá-lo pelos dedos queimados pelas lágrimas que ainda me correm pelo rosto.
A tua ausência dói. As tuas pequenas palavras magoam o meu pedaço de alma.
Sabes tão bem o quanto custa ouvir o que me disseste, :x
Sabes de que material sou feita, sabes que não consigo esquecer ninguém.
A relação mudou tanto. Já não é tanto como era, quero-te de volta.
Quero parar esta discussão sem fim, quero voltar a sentir o teu corpo junto ao meu, abraçar-te e ver-te sorrir.Ainda és tudo o que eras para mim há uns meses atrás, quero ter-te como sempre tive, num lugar bem perto do meu coração, que neste momento está triste e magoado, mas que ambas sabemos, irá sarar com o tempo.
Não é por discussões que a nossa amizade dura desde 2008, e vai durar até ao fim, pois como tu própria disseste 'tudo o que construímos até hoje e que continuaremos a cimentar vai durar até à cova, nem que seja numa simples recordação como esta, pois o teu sorriso, as tuas caras de amuada e tudo o que fizemos até hoje vai permanecer SEMPRE!'


As lágrimas que escorrem são de puro amor, sei que só te preocupas comigo e só me queres ver bem. É o melhor para mim, mas, pela última vez, talvez seja altura de arriscar.

8 comentários:

  1. Saudades..podes crer que dói..Muito profundo,gostei (:
    Olha tu e o Alexandre andavam a comentar no blog antigo xD agora já eliminei-o x)olha eu já não escrevo há algum tempo mas o ultimo texto é sobre a saudade (:

    ResponderEliminar
  2. ohh , obrigada querida (':
    eu também gosto muito do teu ,
    beijinho *

    ResponderEliminar
  3. Experimenta, o tempo é curto demais para vivermos debaixo do telhado sem arriscar um fio de cabelo que seja(:

    ResponderEliminar
  4. Não há tempo para discussões...um dia morremos e deixamos para trás palavras que gostaríamos de ter dito às pessoas que amamos. Por isso não percas tempo com discussões inuteis!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. kat:
    todas as amizades, amores, familias, etc. têm as suas discussões. É isso que as torna mais fortes

    ResponderEliminar