segunda-feira, 21 de junho de 2010

a outra face da janela

Durante anos aquela janela manteve-se fechada. Guardou milhares de segredos. Soube guardá-los melhor do que as próprias paredes, que têm ouvidos.
Aquela janela, viu cenas obscuras, que pouca gente virá em vida. Viu alguns anos desenrolarem-se numa só pessoa que acabou por partir, viu sexo, e vergonhas.
Durante anos, a única luz que aquela janela recebeu foi a do dia, pois a casa ficou literalmente abandonada, quando os últimos inclinos partiram.Passava pela janela com indiferença. Era apenas mais uma janela.
Hoje isso mudou. Hoje quando passei pela janela, senti tudo menos indiferença. Pois, a partir de hoje, a janela estará iluminada durante a noite, pois agora alguém habita naquela casa outrora abandonada.
Ao som de MK Ultra - Muse

5 comentários: