terça-feira, 27 de julho de 2010

memories

Ela era apenas mais uma rapariga. Como tantas outras. Era uma boa amiga, que cometia uma loucura de vez em quando.
Para ele, ela era a pessoa mais especial do mundo.
Entregou-se de corpo e alma à relação que ambos partilhavam.
Mas ela escondia um segredo.
Estava amaldiçoada por algo mau desde tenra idade. Deram-lhe um objecto que tinha que preservar até fazer 18 anos. Assim não aconteceu. Num dos raros momentos em que perdeu realmente a cabeça, saiu de casa e destruiu o que era suposto guardar. Mandou-o fora. Um anel, prateado, com alguns desenhos abstratos, feio e que a fazia sentir péssima consigo mesma de cada vez que o usava.
E quando lhe vierem perguntar por aquilo que lhe deram não sabe o que haverá de dizer. O mais fácil é fugir. Ou simplesmente esquecer o que se passou.
Mas quanto mais vezes ela tenta esquecer o assunto, mais vezes as memórias vêm à tona e ela passa por tudo outra vez. Sente como se estivesse outra vez no mesmo lugar, com as mesmas pessoas. E pergunta-se: Porquê a ela? Porquê sentir sempre os mesmos sentimentos passados que apenas quer esquecer? Eu também não sei.
E ele não sabia do segredo. Era óbvio que daquela maneira passava muitos momentos menos bons, e quando ele lhe perguntava o que se passava, ela respondia: 'Nada.'
Porque apesar de ser seu namorado, e seu amigo, ela preferia carregar aquele peso nos ombros sozinha, do que meter ao barulho alguém que amava.
E seria assim para o resto da vida, ela não contaria a ninguém o que se tinha passado na noite em que lhe deram o anel, não contaria a ninguém o fardo que tinha, nem como se sentia. A única coisa que iria fazer em relação ao assunto, era esperar pelos 18 anos para descobrir o que realmente ia acontecer. E sinceramente, eu preferia não descobrir.

10 comentários:

  1. E sinceramente essa história tem um certo misto de curiosidade, mas não de credibilidade.

    Agora SUBLINHO é apenas o meu insensivel a falar.

    ResponderEliminar
  2. acredito sim querida Qéé. esta história tem continuaçãooo??

    ResponderEliminar
  3. eu queria saber a cena do anel, podias continuarrr!

    ResponderEliminar
  4. nem um cheirinho há???xD. eu gostei mesmo da história.

    ResponderEliminar
  5. ah assim sim(:, mas tem haver com algo pessoal?

    ResponderEliminar
  6. Há percebi, foi um desabafo original, deixa-me que te diga.

    ResponderEliminar
  7. olá.
    desculpa a invasao, mas nao resisti em vir cá.
    fos-te tu que escreves?

    ResponderEliminar