domingo, 18 de julho de 2010

A vida é uma constante mudança de rumos.
Prega-nos cada partida, que ficamos parvos com o que consegue fazer.
Altera-nos cada segundo ao milímetro, muda-nos os planos e é capaz de destruir tudo à nossa volta.
Já passei por duas mortes em circunstâncias bastante diferentes. Uma do avô, que só custou por causa da avó, e outra da mãe de uma amiga.
Ontem, passei por mais uma. Ouvi tantas vezes falar no nome do rapaz, que, apesar de não o ter conhecido, a morte dele me afecta. A presença dos amigos dele é constrangedora. O cheiro que paira no ar também.
Fiquei mais um dia em Coimbra, para acompanhar a melhor amiga ao funeral, e depois sigo com ela para minha casa.
Disse-lhe que me sentia mal, por não conhecer ninguém e ir na mesma, disse que tinha achado mal ter ficado, ela respondeu-me que eu era o porto de consolo dela.
Tenho tentado apoiar ao máximo, mas não sei. Já pensei tantas vezes se fosse um dos meus amigos. A morte dele afectou-me muito, e o facto disso, é sentir-me mal, e quase chorar de cada vez que ouço o nome dele.
Pelo que sei, era um rapaz excelente, que não merecia nada do que aconteceu.
A vida é mesmo assim! Leva os que não deve, e salva aqueles que só fazem merda, e que realmente o mereciam.
Mas, quem acredita no que eu acredito, sabe que ele agora está num lugar bem melhor, e a assistir a este 'espectáculo' todo.
O texto está uma porcaria, mas é o que consigo neste momento.
Desculpem.

[RIP Filipe Fresco]

4 comentários:

  1. já disse que não é nada dessas coisas.. aliás não tem nada de especial PARA VOCÊS ! para mim foi dos melhores sonhos que já tive :C

    Gosto do texto.. [continue my blog]

    ResponderEliminar
  2. Um texto não tem que estar bom ou excelente, desde que nos transmita algo, ele está impecavel.
    Percebo o que estás a passar, Qé, e é normal estares em baixo e mal, é normal.. Estou aqui à tua (vossa) espera, de braços abertos para te (vos) receber <3

    ResponderEliminar
  3. Já morreu uma colega minha :(, com cancro! Quando entrei na igreja, parecia um nenuco. A cabeça estava completamente pálida, meteu-me tanta impressão que não tive coragem de ir ver o seu rosto e todos dizem que estava a sorrir! Foi uma manhã triste, aqueles choros dos familiares e das amigas mais proximas mexeram comigo.

    ResponderEliminar