sábado, 28 de agosto de 2010

5 # Carta para os teus sonhos.

5# Carta para os teus sonhos.

Em criança eram poucas as noites, que vocês, Sonhos não entravam na minha mente.
Os pesadelos, como vos chamam por vezes, eram os que mais se atreviam a percorrer os pequenos cantos da minha (in)consciência.
Muitos de vocês me levaram a ter ideias e precepções diferentes da vida.
Parecendo que não, são bastante importantes. Começamos a ganhar coragem para vencer o papão e não dormir de luz acesa.
Depois, quando entramos na adolescência, vocês voltam a entrar dentro de nós e fazem-nos sonhar com o rapaz/rapariga que tão importante são para nós.
Fazem-nos sonhar com dentes, cobras, minhocas, etc. E já se sabe, que todos têm um significado diferente.
De há duas noites para cá, tive dois sonhos completamente distintos.
Sonhei com a Salomé e mais duas pessoas, e gostei do sonho. E o de hoje foi um erótico, com P. Mas não adientarei pormenores, (a) Vocês, Sonhos, sabem.


É bom sonhar, lá sabemos que quando acordarmos não sentiremos nada do que aconteceu.
'Foi só um sonho, volta a dormir.'
Obrigado por existirem, Sonhos, a minha vida é muito mais colorida/escura, com vocês.

4 comentários:

  1. Os pesadelos/sonhos são algo que acompanha a nossa vida desde bebés até morrermos, apenas o conteúdo muda. Quando eramos pequenas tinhamos pesadelos com o papão, hoje em dia temos pesadelos com perder as pessoas que mais amamos...
    E os sonhos também mudaram, desde a época do arco-iris...
    Mais uma vez, gostei da escrita :)

    ResponderEliminar
  2. há uns tempos atrás, sonhei com uma pessoa que conheci. mas era cada sonho :'o ainda nao acho aquilo normal!
    mas va, o sonho comanda a vida (:

    ResponderEliminar
  3. Eu sonho todas as noites, nem que seja acordada.

    ResponderEliminar