segunda-feira, 16 de agosto de 2010

memories, 5#

Continuou a olhar para aquele corpo semi-morto deitado na cama da sua casa. Poderíamos chamar àquilo de casa?
Inconscientemente o seu cérebro reagiu a outro estímulo; um estímulo menos poderoso do que o desejo de violar Maria, mas mais intenso espiritualmente do que qualquer outra coisa que aquele corpo lhe poderia oferecer. Olhou as mãos da pobre rapariga. E confirmou as suas suspeitas. Ela não usava o anel. Era por isso que Ele não conseguia sentir a energia que ela deveria transmitir pelo anel, era por isso que Ele não sentia os pensamentos dela, nem as suas emoções. Porque Maria não usava o que Ele lhe tinha imposto usar. Estava na altura de castigá-la.
Olhou as horas. Era tarde, perto das 4.30h da manhã, e o tempo passava sem Ele ter feito nada ao corpo de Maria. Mas Ele sabia que conseguiria trazê-la de volta à sua casa mais rápido que o próprio imaginava. Ela saía muitas vezes. Decidiu então tratar de pensar num castigo adequado, para mais tarde. Levar a miúda dali para fora era a prioridade, pois não tardaria a acordar do efeito da droga e possivelmente, faria uma chinfrineira de todo o tamanho. Não seria nada adequado os vizinhos ouvirem gritos de uma jovem vindos de casa Dele àquela hora da noite. Lembrou-se que tinha uma identidade a esconder. Todos o achavam um alcoólico. Ninguém no seu perfeito juízo imaginava o que Ele na verdade era. Um bruxo, um vidente, um aproveitador de menores. Completamente um demente.
E por ter que esconder o que era, levou Maria até ao portão de casa dela, onde a tinha 'raptado'. Bolas, a rapariga começava a tornar-se um pouco pesada.
Deitou-a no chão, e partiu. Antes de sair da rua de casa de Maria, Ele voltou a dar-lhe uma olhadela rápida, e viu que o corpo dela começava a ganhar vida, e a contorcer-se no chão.
Apressou-se a sair dali, enquanto ela tentava perceber onde estava.
Maria não imaginava sequer ao que tinha escapado. Desta vez.

2 comentários:

  1. Gosh.
    E isso continua a lembrar-me a bíblia xD

    ResponderEliminar
  2. Concordo com a carla xD
    E até te imaginei deitada no chão em frente à tua casinha de madeira ahahaha

    ResponderEliminar