sexta-feira, 3 de setembro de 2010

17 # Carta para alguém da tua infância.

17 # Carta para alguém da tua infância.
Olá Luísa, *-*
Para me lembrar de alguém da minha infância é preciso muito, visto que quase todos ainda estão comigo agora. Tu foste uma das que, partiu mais cedo.
Costumava ir contigo brincar, quando ainda andávamos no jardim de infância. Fazer castelinhos de areia e pintar com as mãos.
Costumava ir sábados inteiros para tua casa brincar. Mas também vinhas para minha casa, :b
Até à altura em que me disseste que ias mudar de casa, para Lisboa, e eu nunca mais te vi, nunca mais tive um beijinho teu, um abraço teu, uma mão tua toda porca de pinta pintada no meu braço. Nunca mais tive noticias tuas.
Mas não me importava de te rever outra vez, deves estar diferente não? Já passaram tantos anos.
Um beijinho doce, com recheio de tinta, Raquel.

2 comentários: