terça-feira, 7 de setembro de 2010

24 # Carta para a pessoa que te deu a tua melhor memória.

24 # Carta para a pessoa que te deu a tua melhor memória.
Olá Pequerrucha, *-*
Ainda me lembro do dia em que fui ao hospital ver-te; o dia em que te peguei ao colo e te disse 'bem-vinda'. Nunca me vou esquecer desse dia e já lá vão quatro anos, :')
Não vou esquecer o verão a cuidar de ti, as vezes que te mudar a fralda, ver-te dar os primeiros passos, começares a falar. Chamares-me de madrinha.
Das vezes que adormeci a teu lado, quando tentava adormecer-te a ti, das histórias que já li para ti, das fotos que tirámos, de te dar de comer, e ver-te começar a fazê-lo sozinha.
Ver-te crescer, deixares de usar fralda, dares passeios a meu lado, fazeres bolos de areia comigo, tornou-se bastante gratificante. Ver as tuas birras, as tuas chatisses, também. Enquanto amuavas lá ia eu dar-te o meu colo e fazer-te ver que tinhas feito mal, e ires lá pedir desculpa.
- 'Só vou se tu vieres comigo, madrinha', e lá ia contigo, de mão dada até o fazeres.
Nunca me vou esquecer dos dias em que estavas de mau humor, e não te conseguia aturar, e dos dias em que só me davas miminhos.
Do dia em que disseste:
- Madrinha?
- Sim?
- Gosto de ti.
São coisas destas que me fazem amar-te. Como afilhada linda que és.
Hoje fazes quatro anos e só tenho a dar-te os parabéns.
Daqui a uns anos, mostrarte-ei o texto, irei-te buscar à escola, a jantar fora, ao cinema, a comer um gelado. Até lá continuarei a fazer o que fiz até agora, e quem sabe mais alguma coisa.
És-me tudo miúda, <3

5 comentários: