quarta-feira, 4 de maio de 2011

Achei que ia dar certo.
As tuas dúvidas voltaram, magoaram e deixaram um rasto de choro incontrolável por onde passaram.
Por ti, conseguia viver assim. Porque viver sem ti não se põe sequer na lista de hipóteses.
Olhar para ti é tão difícil, agora, e, sorrir é impossível, roubaste-me o motivo de ser feliz.
Eu podia prometer-te o mundo e dar-to. Tu sabes o que podia e conseguiria fazer por ti.
Por amor de Deus, volta para mim, estou numa tortura enorme.

Precisamos de estar juntas, sozinhas, sem ninguém e conversar.
Sim, nós temos mesmo que conversar.
Mesmo que seja uma última vez.

9 comentários:

  1. Em relação a...? Ah a este comentário? Estava a gozar, é um desabafo não tem nada de giro. Nenhum desabafo tem alguma coisa de giro, pelo menos para mim xD

    ResponderEliminar
  2. que lindo !

    gosto muito da maneira como escreves, já disse e repito que quando escrever um livro eu compro!

    vá, agora diz lá que eu não faço comentário normais -.-

    ps. és um pouco feio <3

    ResponderEliminar
  3. *um porco feio <3

    sorry :x

    ResponderEliminar