sexta-feira, 20 de maio de 2011

E tudo se foi numa noite

Gostava de perceber como é possível esgotar tanto uma pessoa. Foi uma luta incansável, dei tudo o que tinha, todas as minhas forças foram para o nosso amor. E hoje, foi tudo por água abaixo.
Aquele beijo valeu o mundo, tu sabes que sim. O que sentimos foi transmitido ali, no coração a sair do peito, nas pernas a ceder.
E no fim o que restou? Nada.
Não consegues, nem tentas aproveitar que alguém goste tanto de ti como eu.
Tomaste a tua decisão, e eu tenho que me conformar e (tentar a muito custo) seguir em frente.
Mas não te esqueças, eu esfolei-me e magoei-me a tentar, até mais do que devia.
Eu fiz tudo o que podia, até perder as forças. E mesmo assim, ainda acho que talvez podesse fazer mais. Só sou feliz contigo e isso é certo.
Ficam as recordações, de todos os nossos momentos, não quero esquecer-me de nenhum.
Prometo que me afasto, para nosso bem.
Espero mesmo que consigas ser feliz, já que eu não o consigo fazer.

A culpa não é minha, mas dói tanto como se fosse.
Um ano nisto é muito tempo, está na altura de mudar o rumo.
Amo-te, juro que te amo, mas já sofri de mais.

4 comentários:

  1. Obrigadoo, *
    Se é o melhor que tens a fazer, fa-lo.

    ResponderEliminar
  2. ja disse isto uma vez e volto a dizer: aqueles que merecem as tuas lagrimas sao aqueles que nunca te fariam chorar. (;

    ResponderEliminar
  3. por dizeres que gostavas do novo look

    ResponderEliminar
  4. Concordo plenamente e estou de acordo com o que "amoraeframboesa .. com sabor a canela .."
    disse! nem tenho + nd a acrescentar em duas linhas disse muito.

    Ass: João

    ResponderEliminar